poesia-ilustrada

Mostrar: 

Quantas cores tem o amor?...

ISBN: 9789898735317

Autor: Maria Mamede e Vitor Melroeiro

“Quantas cores tem o amor?” é a segunda publicação, onde as palavras de Maria Mamede se juntam às ilustrações do amigo Victor Freitas, (Victor Melroeiro), embora a mútua colaboração seja já um pouco mais vasta, passando também por outros quadrantes da área cultural, como por exemplo – um libreto de Ópera, peças de teatro e exposições de pintura.

Stock: Em Stock - entrega em 24h

Preço: 13,00 €

Os meus Fados são teus Fados

ISBN: 9789898735355

Autor: Fernando Campos de Castro

Poesia para fados Prefácio de José Fernando Tavares

Stock: Em Stock - entrega em 24h

Preço: 14,00 €

Os Cordões Desapertados

ISBN: 9789898735393

Autor: Nelson Ferraz

“É preciso que cada leitor grave em si o que resta do que esteve por detrás deste livro. Ao desfolhá-lo, não se poderá dizer que não fomos avisados: há de ficar na boca, às vezes, um sabor amargo, até porque, sendo a poesia uma construção humana tão diferente das observações científicas sobre a realidade, não acreditem que este livro que vos chega às mãos não seja fruto de realidades concretas, não seja um “trabalho” sobre um conjunto de experiências. (...) do prefácio de Eduardo Leal

Stock: Em Stock - entrega em 24h

Preço: 11,00 €

Temporalidades

ISBN: 9789898735621

Autor: António Carlos Santos

SOBRE A OBRA: António Carlos Santos, numa linguagem poética, simultaneamente contida e exuberante, mostra-nos os tempos que o tempo nos dá e os tempos que conquistamos ao tempo. Com ele percorremos as estradas do tempo. O tempo enorme, o tempo da urgência do beijo, o tempo dos começos. E cavalgamos nos ombros do tempo. Fazemos a travessia, a nossa e a do tempo, dobramos a curva, habitamos o tempo, deitamos o sono no tempo e acordamos os corpos escondidos no tempo. (do prefácio de Maria José Guerreiro)

Stock: Em Stock - entrega em 24h

Preço: 18,00 €

Novidade

Tempo Suspenso - 37 haikus

ISBN: 9789898735706

Autor: Isabel Saraiva, José Efe

: A criação poética de José Efe – a que as delicadas aguarelas de Isabel Saraiva acrescentam, sem dúvida, um suplemento de sedução – leva o leitor a percorrer uma série de cenários ora naturais ora urbanos (muitos dos poemas não escondem o fascínio pelo Porto, pela sua arquitectura, o seu património, o modo de viver das gentes…). Nesses cenários, apercebe-se de que o olhar é capturado amiúde por pequenas coisas e seres e se deixa, por vezes, aliciar pela impressão/expressão sinestésica.

Stock: Em Stock - entrega em 24h

Preço: 13,00 €