Multiversos de

Multiversos

ISBN: 9789899735850

Autor: Joaquim Fernandes

Preço: 12,00 €

Em Stock - entrega em 24h

Preços incluem o Iva à taxa em vigor

 

SINOPSE: Direi que um dos virtuosismos [deste livro] reside, justamente, numa estudada anarquia que apenas Cronos controla; direi que o poeta ostenta uma independência soberana porque nem quer ser poeta, ainda que o seja. (...) Tal se passa em “Multiversos” onde o poeta unívoco e soberano, culto e experiente, dono de um saber alquímico, conciliando os vários ramos das ciências quase exatas e das ocultas, na senda de Alexandre, o Grande, ultrapassa um qualquer Adamastor – mito eletivo da obra – servindo-se e manipulando, consertando e desconsertando a gosto a palavra poética. E bem porque “A maquilhagem termina à hora não-convencionada.” (do prefácio de Isabel Ponce de Leão)

 

SOBRE O AUTOR: Cofundador do Centro Transdisciplinar de Estudos da Consciência, (CTEC), da Universidade Fernando Pessoa, doutorou-se em História com uma tese sobre “O Imaginário Extraterrestre na Cultura Portuguesa – do fim da Modernidade até meados do século XIX. Interessa-se particularmente pela antropologia religiosa comparada, com destaque para os fenómenos da religiosidade popular e da espiritualidade, mitos e cosmologias, e o debate entre ciência e religião. Em 2008 publicou o seu primeiro romance histórico, “O Cavaleiro da Ilha do Corvo”, a que se seguiram os ensaios ”O Grande Livro dos Portugueses Esquecidos”, “”Mundos, Mitos e medos - O Céu na Poesia Portuguesa”. Em 2010 escreveu em coautoria o guião do telefilme "A Noite do Fim do Mundo”, que retrata as reações em Portugal à aproximação do Cometa Halley, em 1910, integrado no ciclo dedicado ao Centenário da República Portuguesa programado pela RTP1. Para a RTP2 coordenou a série temática "Encontros Imediatos", dedicada ao fenómeno OVNI em Portugal. Foi autor do guião e da apresentação do documentário “As Faces de Fátima”, produzido para o Canal História em 2017. Em 2014 foi consultor histórico da série “Mulheres de Abril”, de Henrique Oliveira para a RTP1 e publicou o seu segundo romance histórico "As Curandeiras Chinesas. Um motim que abalou a I República”. Publicou em 2015 a obra "História Prodigiosa de Portugal. Mitos & Maravilhas”, sequela da linha de investigação da obra "História Prodigiosa de Portugal. Mitos & Maravilhas”. Seguiu-se em 2016 a obra “Portugal Insólito” (2016) e em 2018 o livro “Ficheiros Secretos à Portuguesa”, revelação de documentos militares inéditos, portugueses e norte-americanos sobre o fenómeno OVNI. Está biografado no “Dicionário das Personalidades Portuenses do século XX”.